6 hábitos alimentares que causam mau hálito

mau-halito-transforme-seus-habitos-TSH

Poucas coisas são tão desagradáveis quanto o mau hálito, não é mesmo? Se ficamos incomodados quando estamos perto de uma pessoa com hálito ruim, é muito constrangedor quando descobrimos que nós mesmo somos a fonte do cheiro forte. E, então, o que podemos fazer?

A halitose (mau hálito) tem diversas causas. Porém, na maioria das vezes, a origem está na boca. E, quando isso acontece, ela é fruto de bactérias proteolíticas, que são aquelas que se alimentam de substratos proteicos presentes na boca e produzem compostos voláteis com enxofre. E o enxofre tem um odor muito desagradável.

Porém, existem algumas formas de conter esse processo. Escovar a língua é uma delas e ter uma salivação saudável é outra. Além disso, existem hábitos alimentares que é melhor evitar se você está com problemas de halitose. Veja aqui uma lista que vai ajudá-lo a resolver o problema!

Quer Acabar com o Mau Hálito de Vez? Então Assista esse Vídeo

1) Comer azeitona

A azeitona contém enxofre e, assim, pode contribui para o aparecimento do mau hálito. Apesar de ela ter muitos minerais e vitaminas – como cálcio, fósforo, potássio, magnésio, vitamina B6, B12 e E –, seu método de conservação não é muito saudável. Por ser colocada em água com sal, seu teor de sódio fica muito elevado. Portanto, se você quiser evitar a ingestão de enxofre e de sódio em excesso, é melhor passar longe das azeitonas.

Outros alimentos que também têm enxofre, e que pode ser que você não queria consumir, são a couve-flor e a alcachofra.

2) Ingerir proteína em excesso

Como falamos no início, muitas vezes o mau hálito vêm de bactérias presentes na nossa boca que se alimentam de proteínas. Por isso, incluir proteína demais na dieta pode favorecer o aparecimento dessas vilãs. Não estamos dizendo para você não ingerir proteínas – pois, é claro, elas fazem parte de uma dieta balanceada –, mas tome cuidado com o exagero.

3) Comer alho e cebola

Bem, o efeito imediato da cebola e do alho no hálito é bem conhecido e fácil de perceber, não é mesmo? É uma delícia usá-los para temperar a comida, e os alimentos podem até parecer um pouco sem graça sem eles. Porém, depois de ingeri-los, é importante ter uma higiene bucal bem cuidadosa para não ficar com mau hálito pelo resto do dia. Além disso, eles têm uma atividade sistêmica que pode alterar a composição da saliva e, assim, ela pode não conseguir conter a halitose.

4) Tomar bebidas alcoólicas demais

Há vários motivos para o álcool provocar o mau hálito. Em primeiro lugar, o nosso metabolismo fica alterado quando bebemos, e o álcool entra na circulação do sangue. E, então, quando acontecem as trocas gasosas nos pulmões, ele acaba saindo pelo ar da nossa respiração, piorando o hálito.
Além disso, a ingestão de álcool causa desidratação. Sem água no corpo, a saliva fica mais viscosa e, com isso, células mortas, bactérias e restos de alimentos têm mais facilidade para se acumularem na nossa língua, o que causa a halitose. E as bebidas destiladas irritam o revestimento da boca, descamando mais células mortas, que também caem na língua e apodrecem ali.

5) Consumir frutas e vegetais ricos em sacarose

Frutas e vegetais são muito saudáveis, mas alguns deles são ricos em sacarose, que nada mais é do que um açúcar. E, como sabemos, açúcar demais pode ser a causa do aparecimento das temidas cáries. Os dentes com cáries acabam acumulando resíduos, e são esses resíduos que favorecem o aparecimento da halitose.

Entre as frutas e os vegetais com muita sacarose estão:

– Manga
– Beterraba
– Ervilha
– Pêssego
– Milho
– Nectarina

6) Ingerir alimentos ácidos

Mais uma vez, é a descamação da boca o perigo. Alimentos muito ácidos causam esse efeito, e o produto da descamação, que é proteína, acaba se depositando na língua. Sabe aquela camada branca por cima dela? É a chamada saburra lingual, uma das grandes causas do mau hálito.

Alguns alimentos muito ácidos são:

– Leite de soja
– Feijão preto
– Atum
– Frango
– Ameixa
– Refrigerantes

Quer Acabar com o Mau Hálito de Vez? Então Assista esse Vídeo

Mais alguns cuidados

Além de prestar atenção nos alimentos que você ingere, existem algumas outras medidas que podem ajudar a evitar o mau hálito.

Em primeiro lugar, não coma rápido demais. Quando comemos devagar, nossas glândulas salivares são estimuladas e, assim, a salivação mantém seu padrão saudável e sua quantidade necessária. Também, com a mastigação lenta, a saliva já começa a digestão dos alimentos. Sem isso, a comida demora mais tempo para ser digerida e o resultado pode ser a prisão de ventre. Alguns estudos apontam que as fezes acumuladas exalam componentes fedidos que são absorvidos pela corrente sanguínea. E, aí, eles vão para os pulmões e são eliminados na respiração.

Também evite os alimentos que mascaram o hálito, como a canela, a menta e o gengibre. Como eles não tratam a questão, apenas a escondem, você pode acabar ignorando um aviso de que algo está errado com o seu corpo. Afinal, a halitose indica algum problema (mesmo que fácil) que precisa ser corrigido.

E beba bastante água, por volta de dois litros diariamente. Assim, o fluxo de salivação fica no nível ideal e, também, você evita a acidez e o refluxo, que causam mau hálito. Além disso, a saliva é importante para remover os restos de comida, os micro-organismos e as células descamadas da boca. Ela também é antibacteriana, então reduz o número de bactérias presentes na boca. Por isso: não se esqueça da água!

Um hálito saudável

Agora você tem todas as armas para enfrentar a halitose. Não precisa mais se preocupar com passar vergonha ou até ser rejeitado em situações como entrevistas de emprego por causa do mau hálito. Basta ter bastante cuidado com a alimentação, ter uma boa higiene bucal e não ignorar os sinais que o seu corpo está lhe dando.

E, se nada disso funcionar, procure um médico. Existem outros fatores que provocam a halitose e não estão relacionados com a alimentação. Entre eles estão problemas que ressecam a boca, como o ronco, a obstrução nasal e a respiração pela boca, e também remédios, como ansiolíticos, antidepressivos, calmantes, moderadores de apetite, remédios para alergia e controladores da pressão.

Você já passou por situações constrangedoras por causa do mau hálito, seu ou de outras pessoas? Como fez para contornar? Alguns desses alimentos vai ser difícil de evitar? Conte para nós e compartilhe este texto para ajudar todos a cuidarem da saúde da boca!

Quer Acabar com o Mau Hálito de Vez? Então Assista esse Vídeo

Esses posts também são transformadores...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *