5 Passos para Fazer uma Monografia de Sucesso

dicas-monografia-tsh

Se você está prestes a fazer uma monografia, a ideia pode parecer assustadora. É um trabalho importante, que exige muita dedicação e pode, em muitos casos, valer seu diploma. Porém, como qualquer projeto que você for iniciar, a dica é dividi-lo em partes. Se você souber o que fazer a cada passo, o desafio não vai parece tão grande e o nível de estresse diminuirá!

Toda monografia é formada por etapas, capítulos e fontes. Se você souber se organizar em cada fase, não há por que não ter um bom resultado. E, também, não hesite em pedir ajuda ao seu orientador, ele está aí para isso. Portanto, se você está buscando ter uma ideia melhor de como fazer sua monografia sem se atrapalhar no meio do caminho, continue lendo!

escolha-tema-monografia

O tema

O tema é a primeira coisa que precisa ser definida na estrutura da monografia. Não dá para avançar mais nenhum passo se ele não estiver escolhido. Assim, dedique um tempo para selecionar o tema ideal. Uma boa ideia é fazer uma lista de todos os que vierem à sua mente e, depois, excluir as opções que logo de primeira não parecem boas.

Das que sobrarem, analise alguns pontos. Em primeiro lugar, precisa ser um tema do qual você goste. E muito. Você vai passar meses e meses debruçado sobre ele e, se já for algo que não o interessa muito, esse estudo vai ser uma tortura. Além disso, deve ser algo sobre o que você já tenha algum conhecimento, para que possa avaliar se é possível estudá-lo.

Depois, dê uma olhada no material disponível para pesquisa que já existe sobre o assunto. Nada pior do que ter o projeto aprovado e, depois, descobrir que não há fontes de onde tirar informação. Antes de bater o martelo, junte uma bibliografia suficiente pelo menos para começar.

monografia-mulher-tsh

O pré-projeto

Você vai precisar apresentar um pré-projeto para avaliação. Ele é a sua defesa daquela ideia. O pré-projeto deve mostrar por que o seu tema merece ser estudado e dar aos avaliadores a sensação e que você sabe como dar seguimento à pesquisa. Outra função importante dele é ajudar a determinar o orientador. Afinal, você precisa escolher alguém que atue dentro da mesma área que o seu estudo e que sinta afinidade com a proposta.

estudante-tcc-monografia

A pesquisa

Quando você define o tema da sua monografia, você precisa escolher a problematização da qual ela vai tratar. Ou seja, qual é a pergunta que a sua monografia vai responder? A partir disso, você começa a ler outros autores que possam trazer informações relevantes para a resolução desse problema e lhe dar a base da sua argumentação.

Ao fazer isso, você pode utilizar algumas opções de fontes. Livros acadêmicos são os mais usados. Livros de ficção, no entanto, não podem ser tomados como fontes justamente por serem de ficção… A menos que o livro em si seja o seu objeto de estudo. Teses e monografias de outros estudiosos são boas bases também.

Revistas e jornais devem ser usados com cuidado. Se forem científicos, são considerados mais confiáveis. Do contrário, procure publicações de boa reputação e atenha-se ao que elas reportam de fatos e dados, e não opiniões e argumentos.

Já a internet tem que ser consultada com o pé atrás. Como qualquer pessoa pode fazer publicações, você não tem garantia de que as informações são verdadeiras. Mais uma vez, procure textos de fontes científicas, como sites de universidades. E, dependendo do assunto de que você está tratando, outros materiais podem ajudar também, como documentários.

Conforme você for elaborando sua pesquisa e anotando as referências que pretende usar, consulte seu orientador. Ele pode auxiliar apontando eventuais lacunas e indicando obras que vão preenchê-las. Também vai ajudá-lo a identificar se a pesquisa está caminhando na direção esperada.

monografia-computador-tsh

A escrita

Toda estrutura de monografia é dividida em partes:

  • Introdução: apresentação do trabalho.
  • Desenvolvimento: que inclui a metodologia do estudo e os resultados.
  • Conclusão: que mostra o que os resultados significam.

Além dessas, você depois deve incluir a bibliografia e, também, apêndices, glossários e outros itens opcionais que podem ser importantes para a sua monografia especificamente.

Ao escrever a introdução, procure ser claro e direto. Ela deve fazer a apresentação ao assunto, mostrar o tema a ser tratado e incluir sugestões para a análise dele. Depois, deve apontar quais são os objetivos daquele estudo e a metodologia que foi adotada. Em seguida, você deve fazer uma apresentação de cada capítulo em um parágrafo e incluir a justificativa do estudo (por que é relevante).

Depois, você passa ao primeiro capítulo. Os capítulos devem ser subdivididos em tópicos para organizar melhor a argumentação. Seu texto deve ser embasado nas fontes escolhidas e você deve incluir citações diretas (quando faz uma transcrição exata do que outros autores escreveram) ou indiretas (em que você explica o que foi proposto por outro autor nas suas palavras e dá o crédito a ele).

Por fim, você chega à conclusão, quando passa a responder ao problema proposto no começo do trabalho, usando como base tudo o que escreveu anteriormente. Ou seja, você mostra como sua pesquisa o ajudou a encontrar aquela resposta. Lembre-se de sempre trazer conclusões com base nas análises feitas, elas não podem simplesmente surgir no texto sem suporte teórico.

abnt-tcc-monografia

As normas

A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) é a responsável por todas normatizações no Brasil, inclusive de monografias. Essa padronização das normas da ABNT é importante para criar uniformidade e, assim, os estudos seguirem um padrão que seja reconhecido por pesquisadores do mundo todo.

É importante que você saiba que as normas da ABNT são revisadas regularmente e alterações são feitas. Por isso, você precisa procurar a versão mais recente quando for fazer o seu trabalho. Outro problema que pode trazer confusão é o fato de algumas instituições adotarem o seu próprio manual de normas, que geralmente junta regras da ABNT com as suas próprias. Por isso, peça o manual de onde você estuda para não cometer erros.

E o que são essas normas? Elas tratam de diversos pontos, como, por exemplo, a maneira de encadernação do trabalho, o tipo e o tamanho de letra a serem usados, o tamanho das margens, a estrutura da bibliografia, entre outras. Existem revisores que oferecem o serviço específico de correção da monografia de acordo com as normas da ABNT. Se você estiver inseguro quanto ao seu trabalho, pode ser uma boa opção contar com esses profissionais.

Coragem!

Fazer uma monografia não precisa ser um bicho de sete cabeças. Sim, ela exige tempo e dedicação e deve ser bem-feita para se tornar uma pesquisa relevante, mas não fique intimidado. Escolher um bom tema e um bom orientador são formas de garantir que essa etapa da sua formação seja mais tranquila.

E, se você perceber que o trabalho não está avançando, não sinta medo de trocar ou alterar um pouco a direção da pesquisa. Se não há como avançar no trabalho, não fique insistindo e reforme-o enquanto ainda tiver tempo hábil. No final, temos certeza de que você terá muito orgulho em apresentar o resultado desse estudo cuidadoso e empenhado!

Compartilhe este texto com os seus colegas que também vão fazer uma monografia para ajudá-los! E conte para nós se você tem mais alguma dúvida que podemos solucionar!

monografia-homem-tsh

Esses posts também são transformadores...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *